sexta-feira, 13 de junho de 2008

Vamos rir com os elefantes?




Todos os dias um elefante passava pelo formigueiro e o destruia. Era só as formiguinhas reconstruí-lo para o elefante todo elegante pisar de novo e acabar com tudo. Cansadas de tanto sofrimento, as formiguinhas resolveram fazer uma armadilha para pegar o elefante. Subiram em um árvore para esperar o elefante passar. Quando ele passou todas pularam em cima dele . O elefante deu uma saculejada e todas as formiguinhas cairam, exceto uma que era mais esperta e se agarrrou ferozmente ao pescoço do elefante. As outras formiguinhas vibraram de contentamento e gritaram: Enforca! Enforca!



O leão caminhava pela selva e pergunta ao papagaio:
- Quem é o rei da selva?
- És tu poderoso leão!
Anda mais e pergunta ao crocodilo:
- Quem é o rei da selva?
- És tu poderoso leão!
Caminha mais e pergunta à girafa:
- Quem é o rei da selva?
- És tu poderoso leão!
Anda mais e pergunta ao elefante:
- Quem é o rei da selva?
O elefante agarrou-o e lançou-o contra uma árvore deixando-o quase morto. O leão levantou-se com dificuldade e comentou:
- Lá por não saberes a resposta não é coisa para seres bruto! Perguntar não ofende!



O Elefante e a Macaca
A macaquinha ficou viuva. Completamente infeliz, não comia, não bebia, não fazia nada. A bicharada na selva começou a ficar preocupada com a pobre macaca, e fizeram uma reunião para tentar encontrar uma solução para o problema. O coelho sugeriu:
- O elefante também está viuvo. por que não casamos os dois? - Foi aquele sururu na reunião com alguns contestando, dizendo que o pinto do elefante era muito grande e que a macaquinha não ia agüentar, e outros apostando que era uma questão de costume.

Depois de muita discussão chegaram ao acordo de que iriam fazer a proposta ao elefante e a macaca, e que se os dois topassem, tudo bem, era problema deles. Mas mesmo o agüenta ou não agüenta era uma dúvida. Conversaram então com os dois viúvos que surpreendentemente toparam o casamento: Vai agüentar....Não vai agüentar... dividiam-se as opiniões. Chegado o dia da cerimonia, após o casamento religioso o elefante e a macaca (coitada) dirigiram-se para o hotel para tão esperada noite de núpcias, e a bicharada toda atras só fazendo aquele BUXIXO. Chegaram no hotel e os noivos subiram para o quarto, enquanto lá embaixo, com a respiração presa, a bicharada aguardava o resultado: Agüenta ou não agüenta. Passados 15 minutos, o elefante sai do hotel em prantos, chorando horrores, e o bichos logo foram ver o que aconteceu, e viram o elefante gritando:
- Deu tudo certo! Mas eu gozei e ela estourou!


Um Elefante e um Funeral
Depois de ser a maior atração do zoológico durante vinte anos, o elefante morre. Ajoelhado ao lado do enorme cadáver do paquiderme, um homem chora desconsoladamente.
O público observa, guardando um respeitoso silêncio.
- Coitado! - uma mulher diz baixinho para seu marido - Ele deve ter sido quem cuidava do elefante, deve ter se envolvido emocionalmente com ele...
- Que nada! - o marido responde - Esse é o cara que tem que cavar a cova para enterrar o elefante!


Nenhum comentário: