terça-feira, 20 de janeiro de 2009

O motoqueiro e o passarinho - Muito boa!





O motoqueiro ia pela estrada a 140 km/h. De repente, deu de encontro com um passarinho e não conseguiu evitar o acidente. Pelo retrovisor, viu o bichinho dando várias piruetas no asfalto até cair estendido.

Não contendo o remorso, parou a moto e correu para socorrer o passarinho, que estava inconsciente, quase morto no asfalto.

Recolheu a pequena ave, levou-a ao veterinário, tratou e medicou o pássaro, comprou uma gaiolinha e o levou para casa. Teve o cuidado de deixar um pouquinho de pão e água para o acidentado.

No dia seguinte, o passarinho acordou sonolento pelos efeitos dos remédios. Ao despertar e ver-se preso, cercado por grades, com um pedacinho de pão e uma vasilha de água no canto, pôs as asas na cabeça e desesperou-se:

- Essa não! Matei o motoqueiro!("Rir é o melhor remédio" Seleções do Reader's Digest)
 passarinho.jpg