sábado, 5 de setembro de 2009

E o último a saber é...


- Querido, a torneira está pingando.
- Estou sem tempo de consertar, e eu não sou bombeiro!
Dia seguinte.
- Você está se lembrando da torneira?
- Hoje a noite não e, além disso, eu não sou bombeiro!
Mais um dia.
- Ué, a torneira não esta' mais pingando?
- Não, o vizinho veio consertar.
- Ah. E ele pediu o que pelo serviço?
- Que eu fizesse um bolo ou uns pãezinhos para ele.
- E você fez o que?
- Uma chupada!
- Sua puta! Você por acaso não podia só ter feito esses pãezinhos?
- Ah, eu não sou padeira!!!!


- Meu bem, (disse o MARIDO à sua esposa) são 20 anos que estamos casados, vamos fazer "o jogo da verdade"
- O que é isso?
- Vamos ser sinceros. Quantas vezes você me traiu?
- Mas que brincadeira besta, meu bem, isso não vai dar certo.
- Sem problema. Nos nos amamos, não é verdade? Vamos lá', vamos dizer tudo agora.
- Eu não gosto dessa brincadeira mas tudo bem. VOCÊ começa.
- Pois bem, você lembra da professora boazuda do nosso filho?
- Seu cachorro! Você mentiu para mim! Você jurou que nada tinha acontecido entre vocês!
- Pois é. Aquele corpo foi todo meu.
- E depois?
- Você lembra da secretaria do nosso dentista?
- Aquela loira com um corpo escultural?
- Pois é. Aquele corpo foi todinho meu.
- E depois?
- Aquela tua amiga de infância linda de morrer.
- Oh não! Ela também?
- Pois é. Aquele corpo foi todinho meu.
- Seu sem vergonha (disse a esposa)! Você SEMPRE se defendeu dizendo que NUNCA tinha feito nada!
- Pois é, peço desculpas. Agora é você quem diz a verdade, quantas vezes você me traiu?
- Uma só', um só' dia.
- Puxa! Uma só'?
- Pois é.
- Com quem?
- Você tá vendo aquele CORPO DE BOMBEIROS em frente de casa? Pois é. AQUELE CORPO FOI TODO MEU.


Eram dois amigos inseparáveis, um chamado Zeca e o outro Zico. Amigos desde infância, cresceram juntos, nas brincadeiras e tudo mais.
Um belo dia o Zico encontrou uma loira deslumbrante de fechar a praça. E casou-se. Seu amigo Zeca foi convidado, após uma semana do casamento, para almoçar na casa do Zico. E a mulher do Zico, começou a dar em cima do Zeca.
Como todo dia o Zeca almoçava ou jantava na casa do Zico, a coisa foi ficando cada vez mais seria. E o Zeca em seu pensamento, já misturava o amigo Zico e a loira. Um belo dia, o Zeca saiu mais cedo do trabalho, e resolveu ir a casa do Zico para pegar de jeito a loiraça. Ao entrar na casa reparou que o chuveiro estava ligado, e logo pensou:
- Irei fazer uma surpresa a ela, vou para o quarto e ficarei peladão na cama dela, quando ela chegar vai ser aquela festa".
Após o banho tão demorado, a porta do quarto se abriu lentamente e quem aparece, o Zico.
E o Zico pergunta ao Zeca:
- O que você esta fazendo pelado em minha cama. E o Zeca responde:
- Sabe que e Zico eu estava ai sem fazer nada e pensei, porque não ir na casa do Zico dar para ele.


O marido chega de viagem e a sua ciumenta mulher lhe pergunta :
- O que significa este cabelo loiro no seu paletó ? E o marido, tentando se safar, responde :
- Significa que você não manda lavar meus ternos desde quando oxigenava seus cabelos, querida.

Uma vizinha:
- Petra, estas doente? Pergunto porque vi sair um medico de tua casa hoje de manhã.
- Olha lá!, ontem de manha eu vi sair um coronel da tua e não estamos em guerra.

Nenhum comentário: