sexta-feira, 30 de abril de 2010

No balanço das horas

Altas horas da madrugada, o casal acorda ao som insistente da campainha da casa. O dono da casa levanta e pela janela pergunta: - O que é que você quer? Onde você está? - Olá , eu sei que é tarde - grita um homem - Mas preciso que alguém me empurre, e sua casa é a única nesta região. Você precisa me empurrar! Louco da vida, o recém-acordado replica: - Eu não te conheço, são 4 horas da manhã, e me pede para te ajudar? Ah! Vá te catar! - E ele volta para a cama. Sua mulher, que também acordou, não gosta da atitude do marido: - Você exagerou. Você já ficou sem bateria antes, você bem que poderia ajudar esse cara. - Mas ele está bêbado - desculpa-se o marido. - Mais um motivo para ajudá-lo - insiste a mulher - Ele não vai conseguir sozinho. Você que sempre foi tão prestativo... Tomado por remorsos, o marido se veste e vai para a rua. Procura o bêbado dizendo: - Hei, cara, vou lhe ajudar! Onde é que você está? E o bêbado gritando: - Aqui, no balanço do jardim!

Nenhum comentário: