segunda-feira, 24 de maio de 2010

São tantas... piadas

O sujeito vai pedir aumento pro chefe: 
_ Acho melhor o senhor me promover! Tem muitas empresas me procurando... 
_ É mesmo? - pergunta o chefe, irônico - Quais são essas empresas? 
_ A empresa de eletricidade, a empresa de saneamento, a empresa de telefone e as maiores empresas de cobrança do país! 

O empregado diz ao patrão que está chegando da rua: 
_ Está chegando da feira, seu velho imbecil, otário e idiota? 
_ Não! Eu estou voltando do médico que me curou da surdez! 

O garçom vai falar com o gerente de um restaurante turco: 
_ Senhor! Um freguês se engasgou com uma espinha de bacalhau e está se asfixiando! O que eu faço? 
_ Dê a conta pra ele, rápido! 

A patroa, furiosa, dá uma bronca na empregada: 
_ Maria, você é muito relaxada! Olha só a poeira desses móveis! Parece que não são lustrados há uns três meses! 
_ Ah, patroa! - interrompe a empregada - Tá na cara que a culpa não é minha! Eu só estou aqui há um mês!

Em uma entrevista de emprego, o dono da empresa pergunta: 
_ Por acaso o senhor tem alguma recomendação da empresa onde trabalhava? 
_ Claro que sim! 
_ E qual é essa recomendação? 
_ Eles me recomendaram que procurasse outra empresa! 

Um amigo pergunta para o outro: 
_ Cara, você nunca tira férias não? 
_ De jeito nenhum! Eu não posso me afastar da empresa! 
_ Por quê? A empresa não pode passar sem você? 
_ Pode! Mas é isso que eu não quero que eles descubram! 

Perguntaram para o Seu Joaquim: 
_ Seu Joaquim, você gosta de mulher com muito peito? 
_ Eu não! Pra mim, dois já é suficiente 

No meio de uma visita de rotina, o diretor de uma repartição pública pergunta para um de seus funcionários: 
_ Quantos funcionários trabalham neste setor? 
Depois de pensar por alguns segundos, ele responde: 
_ Mais ou menos a metade! 

O chefe pega o funcionário com a boca no gargalo de um litro de cachaça. 
_ Por acaso você não sabe que é proibido beber durante o trabalho? 
E o folgado: 
_ Mas eu não estou trabalhando... 




O funcionário reclama do baixo salário que recebe e resolve reclamar com o patrão: 
_ Meu salário não está compatível com as minhas aptidões! 
_ Eu sei, eu sei! Mas não podemos deixar você morrer de fome. 

O empregado entrou na sala do patrão, com ar tímido e disse: 
_ Doutor, o senhor me desculpe, mas já faz três meses que eu não recebo meu salário! 
_ Tudo bem, seu Dirceu! Está desculpado! 

No restaurante, o cliente reclama: 
_ Garçom! Tem uma mosca no meu bife! 
O Garçom se aproxima, olha para o prato do cliente e diz: 
_ Deixa ela... Logo, logo, ela se fode! Olha só o tamanho da aranha que está saindo debaixo daquela folha de alface! 

A moça vai procurar emprego como doméstica. 
_ Tenho uma vaga disponível, mas tem de ser uma pessoa bastante estável - comenta a selecionadora. 
_ Tenho certeza de que sou a pessoa indicada. Fiquei doze anos na última casa! 
_ 12 anos? Puxa, que maravilha! E onde era essa casa? 
_ A Casa de Detenção, dona! 

O sujeito chega quinze minutos atrasado a uma conferência e, ao entrar, o porteiro o alerta: 
_ Por favor, não faça barulho! 
_ O quê? Já tem gente dormindo? 

Dois amigos estão conversando quando um deles diz: 
_ Você sabe como eu identifico que um carro é velho? 
_ Não... 
_ É só olhar se nele tem um adesivo: “Palmeiras Campeão!” 

O corintiano nunca tinha ido à missa. Mas, quando o time estava perdendo todos os jogos, quase sendo rebaixado, ele não viu outra alternativa. Um pouco atrasado, ele entra na igreja e ouve o padre falando: 
_ Vamos abrir a Bíblia, irmãos: Coríntios 1, Versículo 6! 
Então o corintiano sai da igreja, revoltado, dizendo: 
_ Poxa! Assim não dá! O Corinthians tá perdendo até na Bíblia! 

Joãozinho observa atentamente o padre, enquanto este conserta a cerca do jardim da igreja. Notando o interesse do garoto, o padre pergunta: 
_ Você quer aprender como se conserta uma cerca, não é, meu filho? 
_ Não, padre! Só tô curioso pra saber o que um padre fala quando dá uma martelada no dedo! 

Quinzinho pergunta ao seu avô Manoel: 
_ O que é mais importante? O sol ou a lua? 
_ É a lua, claro! Ela brilha de noite para podermos enxergar um pouco na escuridão! O sol não serve pra nada! Só brilha de dia, quando tudo já está muito claro!

Aquele político velho de guerra estava sendo julgado por corrupção. Enquanto transcorria o julgamento, ele aguardava em sua casa nervosamente. De repente, toca o telefone e o advogado encarregado da sua defesa diz, sem esconder a euforia: 
_ Doutor, a justiça foi feita! 
_ Vamos apelar! - emenda o safado. 

O sujeito bate à porta de uma casa e assim que um homem abre ele diz: 
_ O senhor poderia contribuir com o Lar dos Idosos? 
_ É claro! Espere um pouco que eu vou buscar a minha sogra! 

O português entrou no elevador e soltou um peido. Um senhor grisalho, de mãos dadas com uma velhota, ficou indignado: 
_ Como o senhor ousa peidar na frente da minha mulher? 
_ Oh! Perdão - desculpou-se o português - Eu não sabia que era a vez dela! 

Você sabia que os portugueses usam somente uma partição da sua agenda de telefones? 
É a da letra “T”. Escrevem: Telefone do Joaquim, Telefone do Manoel, Telefone do Pereira etc... 

O português chegou todo esbaforido naquela empresa que fazia faixas e cartazes e foi logo dizendo: 
_ Meu cachorrinho se perdeu e eu quero mandar fazer uma faixa bem grande! 
_ Pois não, meu senhor! Quais os dizeres? 
_ Totó, volte logo! Estou muito triste! 

O sujeito entra num restaurante escoltado por um Pittbull, senta-se e pergunta para o garçom: 
_ Vocês servem advogados aqui? 
_ Mas, claro, meu senhor. - responde o garçom, desdobrando-se em gentilezas. 
_ Então traz um Spaghetti ao Sugo pra mim e um advogado para o meu cachorro! 

Duas loiras conversando: 
_ Ai, amiga! Hoje vou sair com um homem maravilhoso! Careca, baixinho, narigudo... 
_ Ué! Isso é homem maravilhoso? 
_ Calma, nem falei que ele tem duas Ferrari, uma BMW e uma Mercedes! 
_ Uau! Que gato! 

Uma loira saía do consultório muito confusa. Intrigada, ela voltou até a porta e perguntou ao Doutor: 
_ Desculpe... Mas só pra eu não ficar com dúvidas... O senhor disse Capricórnio ou Sagitário? 
_ Câncer, minha senhora! Câncer... 

A loira vai buscar o filho na escola e pergunta: 
_ Como foi a aula hoje, Filhote? 
_ Foi legal, mãe. Hoje nós aprendemos Álgebra! 
_ Que bonitinho! Então fala pra mamãe, como se fala “bom dia” em Álgebra? 

E perguntaram para o caipira: 
_ O que você faria se ganhasse sozinho os 46 milhões da Megasena? 
_ Eu ia pagar umas dívidas... 
_ Sim, mas e o resto? 
_ Ah! O resto que espere, uai! 

O sujeito tinha um amigo que era gago de dar dó. Penalizado, um dia lhe indica um fonoaudiólogo famoso por suas curas. Algumas semanas depois, eles se encontram novamente. 
_ E aí? Já teve alguma melhora? 
_ Toco preto, porco crespo. A aranha arranha o arame. O rato roeu a roupa do rei de Roma - responde o gago 
_ Que maravilha! 
_ Po-po-po-de até-té se-ser, ma-ma-mas onde é que-que eu vo-vou u-u-usar e-esta po-po-porca-caria? 

Platéia cheia para o concerto de violino. Assim que o músico começa a tocar, o público vai se desfazendo pouco a pouco. 
Três horas depois, o violinista dirige-se a única pessoa da platéia: 
_ Gostaria de agradecê-lo por ter ouvido meu show até o final... 
_ Então me ajude a encontrar minhas muletas! 

Na Alemanha: tudo é proibido, exceto aquilo que é permitido. 
Na França: tudo é permitido, exceto aquilo que é proibido. 
Em Cuba: tudo é proibido, inclusive aquilo que é permitido. 
No Brasil: tudo é permitido, inclusive aquilo que é proibido. 

Numa festa super chique, duas madames se encontram no elevador e falam sobre os seus perfumes. 
_ Humm... - diz a primeira, cheirando o pulso da amiga - Delicioso! 
_ É Chanel, 50 dólares a onça! E o seu? 
_ É Le Lac Rouge, 80 dólares a onça! 
Nisso, uma loira que estava quietinha num dos cantos, solta um sonoro e malcheiroso peido. 
_ É brócolis, R$ 1,80 o quilo! 

Num concurso em Montevidéu, um famoso programa de Televisão noticiou os seguintes prêmios para quem conseguisse acertar a charada do dia: 
1º Prêmio = 1 viagem para o Paraguai 
2º Prêmio = 2 viagens para o Paraguai 
3º Prêmio = 3 viagens para o Paraguai 

A dona de casa falando com o açougueiro: 
_ Quanto está o quilo da carne de segunda? 
_ Quatro e oitenta e cinco! 
_ Credo, que roubo! O senhor não tem coração? 
_ Tenho sim, dona! Tá quatro e cinqüenta!

Nenhum comentário: