domingo, 19 de dezembro de 2010

Um homem desconfiava que sua mulher lhe traia. Chega então um dia mais cedo em casa...

Um homem desconfiava que sua mulher lhe traía. Chega então um dia mais cedo em casa, na esperança de flagrá-la com o amante. Quando chega ela esta no banho.

E ele pensa: Hmmm se ela esta no banho ele ainda deve estar por aqui, mas ouviu-me chegar e escondeu-se. Então ele procura na casa toda, embaixo da cama, no armário, na cozinha, etc. Ate que se conforma e senta-se na cama, achando q se tinha enganado, afinal. Mas eis que repara que a porta da varanda do quarto estava aberta, e vai lá olhar. E eis que encontra um outro homem, segurando-se só com as mãos no parapeito, tentando subir.

- AH EEE'!? Desgraçado! Espere aí que você vai ver!
E começa a pisar nos dedos do homem, mas este resiste bravamente. Então o marido resolve mudar de tática, e vai buscar uma ferramenta qualquer no armário. Volta com um martelo, e começa a bater nos dedos do homem pendurado, quebrando os de uma mão. E ele resiste bravamente, agora só com uma mão. O marido então começa a bater nos da outra mão. Já com o sangue jorrando , ele finalmente não resiste, e acaba caindo da varanda, q ficava no 4o andar. O marido, realizado, vai olhar pela janela, para ver o outro despedaçado lá embaixo, mas não e que por sorte o outro caiu em cima de uma arvore macia, e lá estava, todo quebrado, mas ainda bem vivo. Então o marido vai ate a cozinha, pega a geladeira e joga em cima do outro. Este finalmente morre. Então o marido para, e começa a pensar.

- Oh. Eu matei um homem. Não, Não!!! Não posso viver com essa culpa. Pega uma pistola e se mata. O.k.
Então eis que o marido vai pro céu. Lá chegando, vê que tem mais 2 pessoas numa fila, conversando com São Pedro.

E então São Pedro diz aos 3:
- Bem, os lugares no Céu estão esgotados, só temos lugar para mais um de vocês. Teremos de escolher então qual de vocês ira pro céu. Mas já sei como faremos. Vocês três me contam como foi que morreram. O que tiver a morte mais trágica ira para o céu.

E então os 3 começam a contar a estória de suas mortes. Fala então o tal marido:
- Bem, eu cheguei em casa, e vi que lá estava o amante de minha mulher. Louco de fúria eu então matei o homem. Mas depois fiquei com remorsos por matar um homem. e então dei um tiro na minha cabeça.
O segundo então conta a sua estória.
- Bem, eu estava lavando a varanda do meu apartamento, que fica no 10 andar. Então eu escorreguei e acabei caindo lá pra baixo. Mas tive muita sorte, e depois de bater numa serie de varandas, consegui me segurar na do 4 andar. E depois de um esforço enorme estava quase conseguindo subir e me salvar, mas eis que chega um maluco e me empurra, e depois começa a pisar nos meus dedos, pra eu cair. Mas eu resisto. Então eu pensei que ele tinha desistido, e o doido volta com um martelo, e bate nos meus dedos. Quebra-me uma mão, e eu resisto só' com uma. Mas ele, quase babando como um cão com raiva, começa a bater na outra mão. Ela sangra, eu resisto ate certo ponto, mas finalmente minhas forcas acabam, e eu me deixo cair. Só' que como sempre fui fiel a Deus, ele me ajudou nessa hora, só' pode ter sido isso, e eu caio mesmo em cima de uma arvore, macia. e fico lá, meio tonto, semi-desmaiado, mas vivo e contente por não estar mais ao alcance daquele maníaco. E não e que ele volta a varanda, e me atira uma geladeira em cima. Eu, depois disso tudo, não suportei. e morri, uma morte deveras dolorosa e trágica.

São Pedro faz um olhar de pena. E então finalmente pede ao terceiro homem para contar a sua morte.
- Bem, estava eu NU na GELADEIRA.

Nenhum comentário: