domingo, 31 de maio de 2009

Sexo no carro




Uma mulher vai de férias para a Cuba e ali conhece um negro robusto e esbelto.
Começam a falar e a dançar e terminam a testar a qualidade das molas do colchão da cama... Depois da "tourada", a mulher,
legitimamente, pede ao negro que se identifique.
-Prefiro não dizer o meu nome: toda a gente começa a rir-se...
Assim continuam durante mais 15 dias: bailando, brincando e...pimba, sexo a toda a hora.
Na véspera de regressar a casa, a mulher volta à carga, para que o amante lhe diga o nome e consegue a convencê-lo.
-Chamo-me Neve, diz o negro.
De repente, a mulher começa a rir.
-Vês, eu bem disse, que toda a gente começa a rir quando sabe meu nome.
-Não, desculpa, justifica-se a mulher. Eu não me estou a rir do teu nome.Estou a pensar na cara do meu marido, quando lhe disser que tive 25 cm de neve todos os dias em Cuba...


Quatro bichas morreram... no céu...



Quatro bichas morreram num acidente de carro. Quando chegaram no céu, já começou o preconceito. São Pedro falou: - Vamos lá façam uma fila. Bicha 1, Bicha 2, Bicha 3 e Bicha 4. Depois de formada a fila, com as bichas na devida ordem, São Pedro começou a perguntar os pecados das bichas. -Bicha 1, qual e o seu pecado? -Eu coloquei a mão no pênis de um homem -Tudo bem, lava a mão naquela água ali e tá perdoada. Bicha 2, qual e o seu pecado? -Eu coloquei as duas mãos no pênis de um homem -Tudo bem, lava a mão naquela água ali e tá perdoada De repente, as outras duas bichas começaram a brigar: - Quem vai na frente sou eu, não, sou eu quem vou, não, quem vai sou eu e por ai vai. - São Pedro falou: Parem de brigar, o que esta havendo Bicha 4, por que você quer passar a frente Ai a Bicha 4 responde: - Eu não vou gargarejar de jeito nenhum a água que ela vai lavar a bunda

Êita sujeito corajoso! Piada Nota 10



O rapaz vai ao cinema com um amigo e, a certa altura, o desafia:
- Duvida eu dar um tapa na cabeça deste careca?
E o amigo, mais que depressa: 
- Duvido!
O rapaz lasca um tapa no careca e diz:
- Ô Manuel! Quanto tempo... puxa, que saudades!
E o careca:
- Que é isso, rapaz?! Eu não sou o Manuel e não te conheço!
- Puxa, mil desculpas! É que o senhor é a cara do Manuel.
Passados cinco minutos, o rapaz vira-se para o amigo novamente e diz:
- Duvida eu dar outro tapa na cabeça deste careca?
- Duvido! 
O rapaz lasca um outro tapa no careca e diz:
- Ô Manuel, deixa de frescura... eu sei que é você...
Aí o sujeito se enfeza, levanta-se e, com o dedo em riste, dispara:
- Escuta aqui, ô seu sujeitinho safado, se você tocar em mim novamente eu vou chamar a polícia!
- Pô, desculpa mesmo! É que o Manuel é muito brincalhão e eu pensei que...
- Não me interessa o que você pensou! Me deixe em paz, senão vou chamar a polícia!
Então, o careca saiu e foi sentar lá na frente.
Aí o rapaz vira-se para o amigo e diz:
- Duvida eu dar outro tapa na cabeça deste careca?
- Duvido.
Ele vai lá, tasca um tremendo tapa na cabeça do coitado e diz:
- Ô Manuel, você tá aqui! Puxa, te confundi com outro cara ali atrás e quase que eu apanho!

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Casamento: Morte sofrida



Uns caras chegaram no céu e São Pedro explicou que só poderia entrar quem teve uma morte sofrida.
E São Pedro perguntou ao 1° da fila:
-Como você morreu?
- Eu era detetive e estava desconfiado que minha mulher estava me traindo, então fingi que ia trabalhar , depois voltei e peguei a safada nua. Comecei a procurar pelo amante e vi uns dedinhos na janela do quarto. Como eu morava no 22° andar, eu comecei a bater na mão que estava na janela e o cara caiu ai eu pegue a geladeira e joguei em cima dele, tive um enfarto e morri.
Então São Pedro deixou o cara entrar.

E São Pedro perguntou ao 2° da fila:
-Como você morreu?

- Não sei direito. Eu só sei que eu morava no 23° andar de um prédio e estava limpando minha janela quando escorreguei e fiquei pendurado na janela do 22° andar. Do nada veio um louco e começou a socar minha mão e eu caí e ainda jogaram uma geladeira em cima de mim e eu morri.
Então São Pedro deixou o cara entrar.

E São Pedro perguntou ao 3° da fila:
-Como você morreu?
- Bem eu estava numa geladeira....