quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Os crente pira na propaganda nova do Red Bull.

Nova propagando Red bull Jesus.

Em uma cidade do interior, viviam duas mulheres que tinham o mesmo nome: Flávia. Uma era freira e a outra, taxista.


Em uma cidade do interior, viviam duas mulheres que tinham o mesmo nome: Flávia. Uma era freira e a outra, taxista. Quis o destino que morressem no mesmo dia. Quando chegaram ao céu, São Pedro esperava-as.

- O teu nome?
- Flávia
- A freira?
- Não, a taxista.
São Pedro consulta as suas notas e diz:
- Bem, ganhastes o paraíso. Leva esta túnica com fios de ouro e pode entrar.
A seguir...
- O teu nome?
- Flávia
- A freira?
- Sim, eu mesmo.
- Bem, ganhastes o paraíso. Leva esta túnica de linho e pode entrar.
A religiosa diz:
- Desculpe, mas deve haver engano. Eu sou Flávia, a freira!
- Sim, minha filha, e ganhastes o paraíso. Leva esta túnica de linho...
- Não pode ser! Eu conheço a outra, Senhor. Era taxista, vivia na minha cidade e era um desastre! Subia nas calçadas, batia com o carro todos os dias, conduzia pessimamente e assustava as pessoas. Nunca mudou, apesar das multas e repreensões policiais. E quanto o a mim, passei 65 anos pregando todos os domingos na paróquia. Como é que ela recebe a túnica com fios de ouro e eu esta?
- Não há nenhum engano - diz São Pedro. É que, aqui no céu, adotamos uma gestão mais profissional do que a de vocês lá na Terra...
- Não entendo!
- Eu explico: Já ouviu falar de Gestão de Resultados? Agora nos orientamos por objetivos, e observamos que nos últimos anos, cada vez que tu pregavas, as pessoas dormiam. E cada vez que ela conduzia o táxi, as pessoas rezavam!!
- Resultado é o que importa!


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Loucura no banheiro feminino


O 'BANHEIRO' feminino...

Morrendo de curiosidade, o sujeito entrou num banheiro feminino de um sofisticado shopping center, para entender por que as mulheres gastavam tanto tempo no banheiro.

Ao lado do vaso sanitário, ele encontrou quatro botões, identificados como AM, SAQ, BTR e RAT. Ele não conteve sua curiosidade e apertou o primeiro botão: AM.
Imediatamente ele recebeu um jato de Água Morna nas partes baixas!

Achou perfeito!
- Por isso as mulheres demoram tanto no banheiro!
Maravilhado, ele prosseguiu com os botões e apertou SAQ.
Mais do que depressa ele sentiu outro jato, mas agora de ar. Era a Secagem de Ar Quente!
- Não acredito! Só vou freqüentar o banheiro feminino agora!
Empolgado, apertou BTR e entrou em êxtase com a Borrifada de Talco Refrescante!
- Ah, isso é muito bom...

Então, ansioso para ver qual era a função do último botão, ficou bem relaxado e apertou o RAT.
Acordou no hospital, cercado por médicos e, assustado, perguntou:
- O que aconteceu? Onde estou?
Um deles disse:
- Você foi trazido pelos seguranças do shopping.
E a enfermeira completou:
- Tudo porque você inventou de apertar o botão RAT !
- Mas afinal, o que faz o botão RAT? - perguntou o enfermo, desesperado.
A enfermeira olhou com dó e disse:
- Removedor Automático de Tampax!...


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Era uma vez um reino distante, cujo rei... Aguenta a fruta!



Era uma vez um reino distante, cujo rei oferecia a mão da sua filha ao mais bravo dos cavaleiros do reino. Apresentaram-se quatro candidatos, dispostos a passar pelos testes de bravura exigidos; um brasileiro, um americano, um japonês e um português. O primeiro desafio imposto foi escalar a mais alta montanha conhecida. Todos passaram. Depois, tinham que matar um dragão, o que todos conseguiram facilmente. Então, o rei chamou-os ao palácio e lhes disse:

- Vão e me tragam uma fruta cada um. Depois vocês receberão mais instruções.

Pouco tempo depois:- Agora vocês vão ter que enfiar essas frutas no "rego", sem gemer, rir ou chorar. Quem conseguir ganha a mão da minha filha. Quem não conseguir morre.


O brasileiro, que trouxe uma banana, foi o primeiro. Enfiou a fruta no rabo, se esforçou mas logo deu um gemido e quando percebeu estava no céu.

O americano, que trouxe uma maça, aguentou por uns cinco segundos e depois começou a chorar de dor. Teve o mesmo destino do brasileiro.

O japonês, que trouxe uma azeitona, mal colocou-a no rego e começou a rir estericamente. Chegando ao céu, o brasileiro e o americano lhe perguntaram:

- Pelo amor de Deis, japonês, você quase ganhou. Se você só pegou uma azeitona, por que então você começou a rir?

E o japonês disse, rindo:
É que eu não aguentei quando lembrei que o português tinha pego uma melancia.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Ainda bem que é um crocodilo!


A campainha toca na casa de um camarada muito pão-duro.
Quando ele atende, dá de cara com duas testemunhas de Jeová pedindo donativos.
- Meu filho, nós somos irmãs de Cristo e…
- Nossa, como vocês estão conservadas…



O que há de comum entre os testemunhas de Jeová e os testículos?
R: Eles estão sempre a dois e nunca os deixamos entrar.

Você sabe como se diz "testemunha de Jeová" em chinês?
R: Din-Don.